Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



overthinking

por Maria, em 09.10.11

 

 

De momento nada me diz, nada me faz pensar o contrário. Sei que os frutos nascem das árvores e que da terra nascem as flores.

É certo, bem certo. E se fingir fechar os olhos e tentar ver aquilo que quero ver? Se os sentidos me enganarem, também os poderei enganar. Digo-lhes que sou isto, mas afinal sou aquilo. Em vez do calor quero sentir o frio do fogo; e as cores que rodeiam toda a natureza dos sentidos, já não serão cores. Penso demais, dizes tu! Mas quero sentir uma grande diferença, maior ainda.

Sinto que sou diferente do que era... mais sorridente, mais preponderante, mais destemida, mais extrovertida e (mais) importante de tudo: consigo exprimir todos os meus sentimentos com a maior naturalidade possivel. É bom, podes crer que é. Agora vou fechar os olhos mais uma vez e ver aquilo que o meu coração diz e não o que os sentidos preferem.

 

(estava nos rascunhos, já há muito tempo --')

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:04


6 comentários

De ~ raquel. a 09.10.2011 às 10:50

Gostei bastante *.*

De raquel a 09.10.2011 às 12:30

Amei este post.

De loucuras de uma mente sã a 09.10.2011 às 12:40

Está muito bonito :)

De G a 09.10.2011 às 12:40

gostei imenso (:

De loucuras de uma mente sã a 09.10.2011 às 12:42

Muitas das vezes mudamos e nem damos por isso. Quando o contrário acontece é muito bom. e quando é para melhor então nem se fala :)
tudo de bom para ti.
beijinho

De C. a 09.10.2011 às 19:43

Gostei de ler este post. Soube bem lê-lo. =)

Comentar post




Something to Read

...the one that got away...

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Presente

Maria. Braga. 19 anos.

Passado



Info.

Desde: Abril de 2010
Blog Pessoal


Copyright

Copiar é feio. Se quiseres algo daqui pede autorização. Os textos que não são meus estão entre aspas e as minhas imagens estão com a tag 'fotos minhas' (são raras e nem todas estão com essa tag - porque na altura em que criei o blog não ligava muito a isso). Obrigada.