Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Casa do Mar

por Maria, em 15.06.12

 

As gotas de orvalho são cristais que a natureza me deu. Estou pobre, não de dinheiro, mas de espírito.

Chove, mas não como nos outros dias. Sinto a aragem quente... Entrei na casa e suspirei de saudade. Passei aqui muito tempo, tenho muitas recordações daquele quarto e daquela sala e daquela cozinha, oh e daquele sofá em que tantas noites adormeci! Não me lembro de como ia parar ao quarto, talvez fosses tu, tu que com os teus braços fortes me pegavas e me poisavas na cama.

De manhã o cheiro a maresia percorria o corredor, tão bom que era! Era uma dose de energia que se instalava no meu corpo e ver-te dormir dava-me uma grande porção de felicidade. Dava-te um beijo e acordava-te. Sabes bem que sempre gostei de te irritar, adoro ver a tua cara de rezingão e já conheço esse teu mau humor matinal…

Hoje a casa está vazia. Quando será o dia (em que te voltarei a ver)?


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:05


2 comentários

De Cath a 15.06.2012 às 19:42

tão bonito. cada vez mais o teu blog é de passagem obrigatoria.

De Cath a 16.06.2012 às 11:42

merci, querida!:)

Comentar post




Something to Read

...the one that got away...

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Presente

Maria. Braga. 19 anos.

Passado



Info.

Desde: Abril de 2010
Blog Pessoal


Copyright

Copiar é feio. Se quiseres algo daqui pede autorização. Os textos que não são meus estão entre aspas e as minhas imagens estão com a tag 'fotos minhas' (são raras e nem todas estão com essa tag - porque na altura em que criei o blog não ligava muito a isso). Obrigada.