Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


dear love

por Maria, em 20.04.12

72442f460dadf47403593c09c59763ef_large

«Querido John,

      Há tanto que eu quero dizer a você, mas eu não tenho certeza por onde devo começar. Eu deveria começar dizendo que te amo? Ou que os dias que passei com você foram os melhores da minha vida? Ou que no pequeno tempo que eu conheço você, comecei a acreditar que nós fomos feitos para ficar juntos? Eu poderia dizer todas essas coisas, e seriam todas verdades, mas enquanto eu as releio, tudo o que eu posso pensar é que eu queria estar com você, segurando suas mão e observando seu sorriso indescritível.
      No futuro, eu sei que vou reviver nosso tempo juntos mil vezes.Ouvirei sua risada e verei seu rosto e sentirei seus braços ao meu redor. Vou sentir falta de tudo isso, mais do que possa imaginar. Você é muito raro cavalheiro, e eu dou grande valor a isso em você. Em todo o tempo que ficamos juntos, você nunca me pressionou para dormir com você e eu não posso lhe falar o quanto isso significou para mim. Fez o que nós tivemos parece ainda mais especial e é assim que eu sempre quero me lembrar de meu tempo com você. Como uma pura luz branca, um suspiro em que eu possa me segurar.
      Pensarei em você todos os dias. Parte de mim esta com medo de que chegue um tempo em que você não se sinta da mesma forma em relação a mim, que você de alguma forma esqueça o que vivemos, então é isso que eu quero fazer. Onde quer que você esteja, não importa o que esteja acontecendo na sua vida, quando for a primeira noite de lua cheia — como era na primeira vez que nos encontramos — quero que você a encontre no céu noturno. Quero que você pense em mim e na semana que compartilhamos, porque onde quer que eu esteja, não o que esteja acontecendo na minha vida, é exatamente isso o que eu farei. Se não podemos ficar juntos, pelo menos podemos compartilhar isso e, talvez entre nós dois, podemos fazer isso durar pra sempre.
      Eu te amo, e irei me segurar à promessa que um dia me fez. Se você voltar, eu caso com você. Se você quebrar sua promessa, quebrará meu coração.

Com amor,

Savannah.»

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:45

Pensamentos pouco doces.

por Maria, em 15.04.12

Oh eu sei, não devia falar tanto disto, ou pensar nele o dia todo, não deveria sequer chatear-me por qualquer coisa... Sou um pouco fácil de irritar, já tinha dito, e é verdade. Odeio que me "ignorem", odeio que me contrariem, odeio que me façam esperar, odeio que me tentem acalmar daquela maneira mais irritante. Não compreendo, nem vou compreender o porquê de ter tão pouca confiança... 

Mas esteja onde estiver eu vou pensar sempre nele, acordo a pensar nele, deito-me a pensar nele... Sinto saudades dele minutos depois de ter estado com ele, ou melhor fico com saudades mesmo antes de ele ir. Não me queria envolver demasiado, essa é a verdade, talvez porque eu ainda não acredite que vá funcionar. Gostava de ser mais segura, queria que ele me desse mais confiança. Não é por mal. Mas por vezes sinto isso. Já falta pouco para se ir embora e eu tenho medo que tudo mude no dia em que ele meter os pés naquele país. Não posso ignorar esta questão, nem que ele me peça. Algo me diz que não vai dar certo. Eu costumava ser tão positiva, e agora? Onde está a antiga Maria?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:10

lê-me

por Maria, em 02.04.12

Sabes aquele risinho que dou depois de te beijar? É a felicidade que se abate sobre mim. É tão bom ter-te por perto, tão bom saber que estás aqui, ao pé de mim.

Gosto de ti, gosto das tuas loucuras, gosto do teu jeito que me consegue tirar a paciência. Gosto quando me apertas, quando me fazes sentir segura. Gosto que escrevas para mim, que te preocupes comigo por vezes. 

Já viste a quantidade de coisas que te dediquei aqui? Nada disso descreveu o suficiente e nunca será suficiente, ou será?

Nós somos humanos, erramos e voltamos a errar, fazemos uma asneira aqui, outra acolá... Uns vão, outros voltam, uns ficam sempre. Mas eu quero que desta vez fiques e não vás. É a coisa mais difícil de pedir, talvez a mais egoísta, mas não desistas de mim e eu não desistirei de ti. 

Somos tão novos, eu sei, tudo pode mudar em dias, meses, anos, oh se sei. Porque não provar ao mundo que eles estão errados? Porque não provar-lhes que tudo é possível se pelo menos tentarmos?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:03

last night

por Maria, em 29.03.12

 

Preocupação, é essa a palavra que explica o que sinto hoje.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:56

27 de Março

por Maria, em 28.03.12

 

Parabéns ao meu menino, ele fez ontem aninhos e eu nem vim aqui dizer alguma coisa!

Parabéns meu amor, já sabes o que significas pra mim. Que venham mais aniversários passados a teu lado. Amo-te como sempre amei.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:02



Something to Read

...the one that got away...

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Presente

Maria. Braga. 19 anos.

Passado



Info.

Desde: Abril de 2010
Blog Pessoal


Copyright

Copiar é feio. Se quiseres algo daqui pede autorização. Os textos que não são meus estão entre aspas e as minhas imagens estão com a tag 'fotos minhas' (são raras e nem todas estão com essa tag - porque na altura em que criei o blog não ligava muito a isso). Obrigada.