Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Casa do Mar

por Maria, em 15.06.12

 

As gotas de orvalho são cristais que a natureza me deu. Estou pobre, não de dinheiro, mas de espírito.

Chove, mas não como nos outros dias. Sinto a aragem quente... Entrei na casa e suspirei de saudade. Passei aqui muito tempo, tenho muitas recordações daquele quarto e daquela sala e daquela cozinha, oh e daquele sofá em que tantas noites adormeci! Não me lembro de como ia parar ao quarto, talvez fosses tu, tu que com os teus braços fortes me pegavas e me poisavas na cama.

De manhã o cheiro a maresia percorria o corredor, tão bom que era! Era uma dose de energia que se instalava no meu corpo e ver-te dormir dava-me uma grande porção de felicidade. Dava-te um beijo e acordava-te. Sabes bem que sempre gostei de te irritar, adoro ver a tua cara de rezingão e já conheço esse teu mau humor matinal…

Hoje a casa está vazia. Quando será o dia (em que te voltarei a ver)?


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:05

when?

por Maria, em 09.05.12

Gostava de encontrar um amor, que não fosse embora, que apenas ficasse. Gostava de cuidar dele e gostava que ele cuidasse de mim como se mais nada importasse. Gostava de encontrar o amor verdadeiro e que fosse mútuo. Gostava que ele lutasse por mim até ao fim e que eu pudesse dizer que realmente o "possuo". Gostava, mas gostava muito de ser tudo pra ele. Gostava, e um dia isso acontecerá. Não será hoje, não será já amanhã... mas um dia, ele realmente virá.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:07

Desculpa, mas eu não vou mais implorar pelo seu amor.

por Maria, em 08.05.12

 

 

Há momentos que são dificeis de esquecer e são os que mais magoam ao relembrar quando já nada faz sentido. Por isso gostava de os esquecer, gostava de perder o amor que tenho por ele. A nossa história está escrita, eu já o tinha dito muitas vezes e continuo a dizer: eu e ele não fomos feitos para estar juntos. Temos feitios muito parecidos, maneiras de pensar diferentes, somos nós, demasiado errados. 

E a vida segue, hoje é um drama e amanha já estarei habituada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:17

Um dia disse-te que te tinha escrito algo bonito. Aqui está.

por Maria, em 04.05.12

 

Fecho os olhos, típico, vejo-lhe os traços mais lindos do mundo. Tem uns olhos lindos, e tem aquele sorriso com um toque malicioso que o faz triunfar. Dá um aperto no coração quando falo dele, não estou segura de que ele sinta o mesmo, mas queria muito. Ele nem imagina o quão importante para mim é. Oh eu adoro aquele jeito de bad boy que ele tem e aquela loucura que ele tem. Gosto da coragem dele, e da força que ele tem. É um homem bonito, sem dúvida, mas eu ainda lhe chamo menino. É o meu menino. Gosto de o ver com o casaco que lhe dei, sem dúvida, ele tem o corpo perfeito. É assim que eu o vejo, eu gosto de cada detalhe dele. Gosto da barba por fazer com que ele aparece várias vezes, gosto de quando ele pega em mim, gosto do jeito dele. Gosto de lhe dar beijos doces, gosto de deitar a minha cabeça no peito dele e fechar os olhos. Gosto de quando ele me faz cócegas e de tudo o que sinto quando estou com ele.

Eu não tenho mais palavras, não consigo descrever aquilo que quero, não consigo dizer o quanto o amo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:45

lê-me

por Maria, em 02.04.12

Sabes aquele risinho que dou depois de te beijar? É a felicidade que se abate sobre mim. É tão bom ter-te por perto, tão bom saber que estás aqui, ao pé de mim.

Gosto de ti, gosto das tuas loucuras, gosto do teu jeito que me consegue tirar a paciência. Gosto quando me apertas, quando me fazes sentir segura. Gosto que escrevas para mim, que te preocupes comigo por vezes. 

Já viste a quantidade de coisas que te dediquei aqui? Nada disso descreveu o suficiente e nunca será suficiente, ou será?

Nós somos humanos, erramos e voltamos a errar, fazemos uma asneira aqui, outra acolá... Uns vão, outros voltam, uns ficam sempre. Mas eu quero que desta vez fiques e não vás. É a coisa mais difícil de pedir, talvez a mais egoísta, mas não desistas de mim e eu não desistirei de ti. 

Somos tão novos, eu sei, tudo pode mudar em dias, meses, anos, oh se sei. Porque não provar ao mundo que eles estão errados? Porque não provar-lhes que tudo é possível se pelo menos tentarmos?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:03



Something to Read

...the one that got away...

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Presente

Maria. Braga. 19 anos.

Passado



Info.

Desde: Abril de 2010
Blog Pessoal


Copyright

Copiar é feio. Se quiseres algo daqui pede autorização. Os textos que não são meus estão entre aspas e as minhas imagens estão com a tag 'fotos minhas' (são raras e nem todas estão com essa tag - porque na altura em que criei o blog não ligava muito a isso). Obrigada.